23.1.06

"Michelle, ma belle..."



Quem ja veio a Paris sabe do que estou a falar. Todos ja ouvimos falar da beleza das holandesas, das curvas das brasileiras, da perfeiçao das suecas...Falta falar do "charme" das parisienses. Pois, do charme...e o que é o charme perguntam vocês?
Acho que ninguém sabe bem explicar, nem os proprios dicionarios. Se tivesse que o definir, diria que o charme é seduçao e magia, qualquer coisa que nos atrai, sem sabermos bem porquê.E um todo, diferente da soma das suas partes, que produz um efeito inexplicavel.
E quando me pedem para falar das parisienses, é a palavra charme que me vêm à cabeça.Nao sao corpos esculturais, ou beleza de top model, mas sim "salero" como dizem os espanhois, ou pinta como nos lhe chamamos. E qualquer coisa que faz com que estas raparigas tenham um ar intocavel, como que flutuando por cima dos passeios e do commun dos mortais, ou seja eu.
Paixao a cada esquina, desgosto de amor a cada estaçao de metro. Agora sim percebo porque os franceses têm a expressao "coup de foudre".
Tudo isto resumido no titulo de um livro em que peguei hoje na Gare de Montparnasse: "A insustentavel leveza do ser" de Milan Kundera. Sera que ele descobriu o segredo do charme das parisienses?

2 commentaires:

Francisco Valente a dit…

depois quero conhecer a inspiração deste texto, sff.

joana d'arc a dit…

Oh nao! ja estas ca ha tanto tempo que ate ja comecas a achar as francesas interessantes... Salero? Pinta? Francamente, viva o produto nacional!