25.2.06

Dior, Yves St-Laurent, D&G, Prada...

"Os franceses inventaram a ideia de luxe e sempre se dispuseram a pagar para a pôr em pratica, ou, em faltando o dinheiro, a procurar imitaçoes tao baratas quanto engenhosas.(...)
Nao ha nada de mais definitivo ou assustador do que o modo como um parisiense dispara estas palavras : "C'est fini! Ca? C'est dépassé, c'est démodé". Até as crianças dizem isto com um à vontade implacàvél."
Edmund White, Paris, Os Passeios de um Flâneur

Paris é a cidade do luxo e os franceses o povo do luxo. Tudo é, melhor, pode tornar-se produto de luxo: o chocolate é luxo, o azeite, o vinho, o queijo...
Dior, Gucci, Dolce & Gabana sao marcas e roupas que so existem nos anuncios e nas revistas de moda. Em Paris existem as pessoas que as usam e mais, que fazem filas interminaveis para poder comprar uma mala Gucci, uns sapatos Prada, uns jeans Dolce & Gabana!
Foi um grande choque para mim o confronto com esta sociedade em que a moda é por si so um valor, um argumento. Para mim sempre foi qualquer coisa de acessorio, secundario. O parecer tomou o lugar do ser. E ha modas para tudo: para os livros (os escritores da moda...), os filmes, a musica, os cigarros...Nao foi por acaso que a palavra "démodé" nasceu na lingua francesa...A moda invade e transforma todos os aspectos da vida ao longo de uma fronteira ténue entre consumismo, futilidade e ao mesmo tempo savoir-vivre e estética.
Em Paris a palavra "moda" ganha o seu verdadeiro sentido.

1 commentaire:

Anonyme a dit…

Latest news. Viagra, cialis

viagra
cialis
tramadol