11.6.06

Guerras Presidenciais



O mundo politico francês agita-se ja ha alguns meses na antecipaçao das eleiçoes presidenciais de 2007 e os candidatos desfilam vindos de todas as familias politicas.
O PS jà conheceu dias melhores e encontra-se agora dividido por guerras fraticidas entre as suas principais figuras. Jacques Lang, Dominique Strauss-Kahn, Ségolène Royal e até François Hollande sao os "candidatos a candidato" dos socialistas, sendo que a Presidente da regiao de Poitou-Charentes é agora nitidamente favorita. À frente em todas as sondagens e bem amada da imprensa, Ségolène Royal parece agora querer atacar o terreno de Nicolas Sarkozy, tomando posiçao contra o seu proprio partido em questoes como a delinquência juvenil, a segurança e as 35 horas.
Do lado do UMP, as coisas parecem mais simples. Nicolas Sarkozy é cada vez mais o inevitavél candidato, tendo eliminado os seus concorrentes, nomeadamente o Primeiro-Ministro Dominique de Villepin, enfraquecido pela crise do CPE e pelo escândalo Clearstream.
Para além destas duas principais forças, esperam-se ainda os candidatos UDF (centro) e da extrema-esquerda(PCF e LCR), sendo que o eterno Jean-Marie Le Pen jà disse "presente", recusando ao mesmo tempo uma uniao com outro lider da extrema direita, Philippe de Villiers.
Nos proximos tempos toda a vida politica do pais gira em torno da eleiçao de março 2007. Aguardemos o desfecho.